« Nossa intenção é provocar emoções. Todas elas. »

Vinte e um

Em meio aos anos que se passaram pude ver  a solidão se apossar, sem nem ao menos dizer a que veio.
Pude ver a morte levar pessoas do qual eu realmente gostava.
Pude ver amigos que eu julguei serem pra sempre, sem mais nem menos sumirem da minha vida.
Pude ver choros de tristeza permaneceram por muito tempo.
Pude sentir na pele a dor de não conseguir algo que eu tanto  queria.
Pude ver o orgulho tomando conta de mim muita das vezes, e com isso me impedindo de lutar.
Pude ver quem realmente caminhava na mesma estrada que eu, que me levantaram em todos os momentos que eu fraqueguei e cai.
Pude ver as pessoas dizendo que amor de verdade só se acontece uma vez na vida.
Pude ver botões de rosas se abrindo, e com a mesma rapidez murchando.
Pude sentir a presença de Deus em um momento em que pensei estar sozinha.
Pude sentir o gosto amargo de uma derrota. Mas ele não me fez esquecer o gosto doce da vitória.
Pude conhecer pessoas que se tornaram essênciais em minha vida.
Pude entender que nem tudo precisa ser fofinho sempre, que brigas também acontece com quem mais amamos.
Pude ver filmes que eu julgava ruins que no final me surpreenderam.
Pude ouvir muitas promessas que nunca foram compridas.
Pude inúmeras vezes sentir medo e voltar atrás; e até me arrepender em algumas, afinal desisti ou invés de insistir um pouco mais.
Pude mudar de estilos várias e várias vezes, pude te cabelos longos e curtos, preto e vermelhos.
Pude ver que em cada dia estou mudando um pouco mais, seja em meus conceitos, ideias ou forma de sentir. Sinto que estou cada vez mais amadurecendo e deixando pra trás tudo que me impede de mudar, de ser uma pessoa melhor.
Pude finalmente aprender que só depende de mim mesma decidir o caminho que seguirei, em quais situações devo realmente esperar mais um pouco, seguir minha razão ou meu coração.


Texto e fotografia: Bruna dos Anjos

3 comentários:

  1. Ooown obrigada mesmo amigaaa!!*------*

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!!
    A vida é assim mesmo, vai amadurecendo, amadurecendo, amadurecendo e nunca chega a ficar madura, sempre tem algo pra ver e aprender!!

    Parabéns :)

    Bjinhos

    ResponderExcluir

"Obrigada pelas tuas palavras. Obrigada pela tua presença."